CRUIDOCE

   
Tradição > Pastel de Nata

 
 

Os pastéis de nata são uma das mais populares especialidades da doçaria portuguesa. Apesar de estarem disponíveis em quase todos os cafés e pastelarias, a receita original é um segredo exclusivo da Fábrica dos Pastéis de Belém, em Lisboa.
 
Em Belém, no ano de 1837, próximo ao Mosteiro dos Jerónimos, numa tentativa de subsistência, os clérigos do mosteiro puseram à venda numa loja uns pastéis de nata.

 
Com a revolução liberal de 1820, em 1834 o mosteiro fechou. Foi nesta altura, que o pasteleiro do convento decidiu vender a sua receita e fê-lo a um empresário português vindo do Brasil.
 
Este homem tem por nome Domingos Rafael Alves. O segredo do Pastel de Belém continua ainda hoje, na posse dos seus descendentes.

 
Inicialmente vendidos numa refinaria de açúcar perto do Mosteiro dos Jerónimos, hoje encontramos estes pastéis únicos na “Casa de Pastéis de Belém”, fundada no longínquo ano de 1837. Desde então, são produzidos cerca de 10.000 pastéis diariamente e de forma ininterruptamente. Turistas de todo o mundo fazem fila para provarem este segredo tão bem guardado.
 
Actualmente, é possível encontrar pastéis de nata em qualquer café ou pastelaria, mas só os fabricados em Belém podem ser chamados de Pastéis de Belém.

 
Apesar de ser tipicamente português, este doce é também muito comum no Brasil.

 
Os nossos Pastéis de Nata sabem bem a qualquer hora do dia! Quentes ou frios!
 
 
 
 
 

Copyright © 2009 Cruidoce | Design by Blue